dicionário abreviado do surrealismo
Um dicionário para abrir os sentidos e libertar as palavras de seus significados costumeiros. Filosofia, poesia, collage e humor negro convergem nesta publicação em que André Breton e Paul Éluard condensam a investigação fascinada dos surrealistas pelos dicionários e seu potencial poético. Publicado pela primeira vez em 1938, o Dicionário abreviado do surrealismo finalmente chega ao Brasil em edição inédita das Edições 100/cabeças com tradução e notas de Diogo Cardoso.