A filosofia política de Edmund Burke
Este é o mais importante estudo em língua portuguesa sobre Edmund Burke, considerado o precursor do conservadorismo moderno. Porém, longe de se reduzir a fundador de uma corrente política, o britânico foi um livre-pensador, com admiradores e opositores ao longo de todo o espectro ideológico. Sua obra assistemática e multifacetada é às vezes acusada, por isso mesmo, de incoerência. Ivone Moreira está entre os poucos pesquisadores que enfrentaram o desafio de delinear a substância do pensamento burkiano. A Filosofia Política de Edmund Burke cumpre, a cada capítulo, uma etapa necessária a tal tarefa: identificar os poucos mas cruciais postulados filosóficos de Burke; descrever seu entendimento da racionalidade humana, alegadamente composta de um aspecto teórico e de um aspecto prático; ponderar sobre a tradicional dualidade entre a interpretação utilitarista de Burke e a leitura que o associa à tradição do direito natural; reproduzir a caracterização burkiana da atividade política; e expor o papel que a religião exerceu sobre a vida e as ideias do pensador britânico. Esta edição conta com prefácio de Bruno Garschagen.