Patíbulo com para-raios
Automatismo psíquico, escrita automática e collages são práticas que permeiam a trajetória do movimento surrealista. O fato de serem vistas, ainda hoje, como técnicas a serviço de um objetivo específico, revelam a urgência de Patíbulo com para-raios: surrealismo e filosofia, coletânea de ensaios do filósofo e escritor Georges Sebbag (1942), com tradução de Bruno Costa.
Patíbulo com para-raios: surrealismo e filosofia é uma recolha de ensaios oriundos do original Potence avec paratonnerre – surréalisme et philosophie (Hermann Éditeurs, 2012). O título remete à obra do pintor Wolfgang Paalen que ilustra a capa desta edição, uma homenagem ao escritor alemão Lichtenberg que, por sua vez, está presente na Antologia do humor negro, de Breton (1940), cuja tradução está em fase de preparação pelas Edições 100/cabeças, com lançamento previsto para 2024.